Ver Angola

Economia

Remessas de portugueses em Angola recuperam para máximos de cinco meses

Depois de quatro meses consecutivos em queda, as remessas de emigrantes portugueses a trabalhar em Angola recuperaram em Fevereiro, com o envio de 20,7 milhões de euros para Portugal.

:

Apesar de em Janeiro ter atingido o valor mais baixo em três anos, o envio de remessas de Angola mostra uma recuperação no segundo mês do ano. De acordo com dados divulgados pelo Banco de Portugal e citados pelo Económico, os portugueses repatriaram 22,7 milhões de dólares (cerca de 20,7 milhões de euros), o valor mais alto desde Setembro de 2014.

No total, as remessas de emigrantes em todos os países ficaram praticamente inalteradas face a Janeiro, ascendendo aos 279 milhões de dólares. França e Suíça mantêm a posição de maiores contribuintes, com 87,2 e 71,9 milhões de dólares respectivamente, com ambos a registarem subidas face ao último mês.

Tendo em conta a crise do petróleo e todas as suas consequências, o Governo angolano tentou combater a saída de capitais do país através da aplicação de um imposto especial sobre transferências de dinheiro para fora do país.