Ver Angola

Lazer

Angolanas à conquista das passerelles internacionais desfilam na ModaLisboa

Na 54.ª edição da ModaLisboa os estilistas mostraram as suas colecções para a temporada Outono/Inverno 2020. Os desfiles decorreram na capital portuguesa, nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento do Exército.

:

Em representação de Angola naquele que foi o mais recente evento da moda internacional estiveram duas modelos: Rufane Tomás e Sompa António. 

Rufane Tomás, a modelo angolana que no final do ano passado participou na semana da moda de Atenas, fez parte da apresentação de Dawid Tomaszewski (United Fashion), e dos desfiles de Valentim Quaresma e Carolina Machado.

Já Sompa António, que viajou da moda parisiense para a portuguesa, desfilou para Luis Buchinho, Luis Carvalho, Gonçalo Peixoto, Awaytomars, e foi ainda escolhida para abrir o desfile de Aleksandar Protic. 

A agência de modelos angolana Da Banda Model Management marcou ainda presença com outros três modelos lusófonos: Anilton Cabral, Dilsa Pereira e Martim Canavarro.

Anilton Cabral regressou da África do Sul para encerrar o segundo dia de desfiles na passerelle do consagrado Nuno Gama. Com o azul e branco como cores dominantes, a colecção que teve como inspiração as navegações portuguesas é já para a próxima Primavera/Verão.

A agência apresentou ainda a sua mais recente agenciada cabo-verdiana: Dilsa Pereira. A modelo começou por dar nas vistas na apresentação da colecção de Sofija Urumovic, membro integrante do projecto de intercâmbio United Fashion, realizado por um agrupamento de sete associações europeias de apoio à moda. Ricardo Preto, Gonçalo Peixoto e Ninamounah foram três dos designers que escolheram Dilsa para apresentar a sua colecção. 

Martim Canavarro, natural de Santarém, voltou à ModaLisboa — lugar onde fez a sua estreia no passado ano de 2019 — para desfilar para os designers portugueses Duarte e Valentim Quaresma.