Governo vai construir barragens no Sul do país para minimizar efeitos da seca

O Governo vai começar, em breve, a construção de barragens hídricas para minimizar os efeitos da grave seca que assola o Sul do país há pelo menos quatro anos, noticia a imprensa local.
:
  

A garantia foi dada pelo ministro da Energia e Água, João Baptista Borges, que falava à imprensa no final de uma visita de três dias à província do Bié, em que adiantou que serão construídas duas barragens próximas de Cuvelai, junto ao Parque Nacional de Mupa.

A intenção é, acrescentou, acumular água para o consumo das populações e do gado, bem como para a irrigação dos campos agrícolas, devendo, nos próximos dias ser lançado o respectivo concurso público para a adjudicação da empreitada, que terá de estar concluída no prazo de três anos.

Baptista Borges, que não adiantou o montante do investimento, indicou, por outro lado, que irá também ser construído um canal de transvaze de água na zona do Cafu para a de Oshanas, ainda no Cunene, província que o governo provincial considerou em "estado de calamidade" em fins de Fevereiro passado.

"Tratam-se de soluções técnicas de engenharia que passarão pela transferência de caudais, com a retirada de água em zonas com alguma abundância para zonas com grandes défices", sublinhou.

Mais Lidas