Net One e OMA unidas na valorização da mulher angolana

A Net One e a Organização da Mulher Angolana (OMA) unem esforços na valorização dos feitos da mulher angolana, nas diversas frentes. A associação entre a empresa de telecomunicações e a OMA surge no âmbito das acções do Março Mulher e na campanha desenvolvida pela companhia que reforça o papel da mulher angolana na vida pública. Esta decorre até 30 de Março e estende-se por toda a cidade de Luanda.
Juca Varella:
    Juca Varella

Pelo segundo ano consecutivo, a Net One comunica diretamente com o público feminino, sendo que a cada ano as acções diferem. “Este ano decidimos fazer uma aposta ainda mais forte, quer na imagem da mulher angolana, quer nos seus valores. Usamos os rostos femininos da empresa, o que acreditamos que vai conferir maior credibilidade”, afirmou Rita Matias, responsável de comunicação da Net One, em comunicado remetido ao VerAngola.

Ao apostar nos seus recursos humanos para a realização da campanha e não em modelos profissionais, a Net One quer transmitir valores como, transparência, autenticidade, confiança e segurança, através de mulheres que trabalham e lutam pelos seus objectivos, que sabem o que querem para elas e para as suas famílias e que para obterem o que desejam trabalham e nunca desistem.

Com o slogan “Made in Angola. 100 por cento dedicada. 100 por cento segura”, a Net One defende o seu posicionamento como provedora de serviços Internet fiável, segura, dedicada no trabalho contínuo para servir a cada dia melhor o seu cliente.

Esta campanha está a ser desenvolvida em parceria com a Organização da Mulher Angolana (OMA), Bioclinic e a Maria Mateus.

Mais Lidas