Ver Angola

Transportes

TAAG abre concurso público a empresas nacionais e estrangeiras para contratar serviços de catering

Com o aumento da frota, tendo em conta a compra de aviões ao construtor canadiano Havilland Aircraft, a TAAG preocupa-se agora com o reforço dos seus serviços. A empresa lançou, no passado dia 26, um concurso publico para contratar serviços adicionais de catering.

:

Apesar de os serviços de catering prestados pela empresa LSG Sky Chief cumprirem com as expectativas, a nova dinâmica da companhia aérea de bandeira obriga ao reforço desta componente. De acordo com Carlos Vicente, director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da transportadora, os serviços actuais têm merecido “nota positiva” mas a entrada de novos players é necessária. 

Ao Jornal de Angola, o responsável frisou que existirá uma adjudicação baseada no critério da “proposta economicamente mais vantajosa”.

O prazo de apresentação das propostas a concurso — onde está implícita a celebração de um contrato público com o prazo de 12 meses — termina a 10 de Março. A empresa escolhida terá depois um período de tempo ‘suficiente’ para a criação de uma estrutura técnica e administrativa que vá de encontro ao solicitado no contrato.

Não obstante ao concurso, a companhia “vai manter na íntegra os serviços da LGS Sky Chief”, adianta Carlos Vicente ao mesmo jornal. O responsável afirma que a contratação de novas prestadoras de serviços é feita para “dar cobertura ao espaço criado pela entrada em funcionamento de novas aeronaves e a abertura de rotas, no domínio do fornecimento de refeições para serviço de bordo”.

O responsável adiantou que os dois primeiros aviões DASH-8400 têm chegada prevista para entre Março e Abril. 

Recorde-se que a TAAG tem prevista para o final do primeiro semestre deste ano a abertura da escala Luanda-Accra (Gana) e que recentemente entrou em funcionamento a rota Luanda-Lagos (Nigéria).

Decorre igualmente um concurso das Linhas Aéreas de Angola para a contratação de mais pessoal, nomeadamente pilotos e comandantes. Em Setembro do ano passado a companhia iniciou os procedimentos para a contratação de 70 assistentes de bordo.