Ver Angola

Cultura

Associação de Macau desafia comunidades lusófonas a retratarem pandemia

Uma associação de Macau vai lançar em Fevereiro um concurso de fotografia sobre a pandemia de covid-19 dirigido às comunidades lusófonas espalhadas pelo mundo, disse à Lusa a presidente da Somos.

: Kim Ludbrook
Kim Ludbrook  

"Não houve grandes dúvidas em escolher a doença provocada pela infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 que, como bem sabemos, está a afectar também os países lusófonos. Pensamos que o tema pode documentar através de imagens o combate à doença nas comunidades dos países de língua portuguesa e em Macau, bem como as transformações socioculturais que originou, as fraquezas, as desigualdades sociais e comportamentais", explicou Marta Pereira, que lidera a Somos! - Associação de Comunicação em Língua Portuguesa (Somos – ACLP).

A pandemia está a "afectar populações mundialmente, com os países e regiões, incluindo os lusófonos, a verem-se forçados a ajustar continuamente as medidas de resposta e de prevenção, que envolvem o confinamento de pessoas e quarentenas, que têm trazido enormes desafios à vida em sociedade", salientou a associação para justificar o concurso intitulado de "Alma lusófona em tempos de covid-19".

As fotografias "devem ser capazes de espelhar o combate à doença dentro do universo lusófono, as dificuldades enfrentadas, as perdas, as mudanças profundas trazidas pela Covid-19, designadamente em termos culturais, mas podem também exaltar atos de altruísmo, de coragem, de resistência, de fé, e de compaixão nestes tempos difíceis", segundo a Somos!.

O concurso destina-se "a todos os cidadãos dos países e regiões da lusofonia ou residentes de Macau" e "enquadradas com o tema seleccionado, tiradas em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Goa, Damão e Diu".

Às três imagens vencedoras serão atribuídos prémios no valor de dez mil patacas (1030 euros), cinco mil patacas (515 euros) e 3500 patacas (360 euros).

Essas imagens farão ainda parte de uma exposição que será organizada em Março, em Macau.

A mostra vai ainda integrar "outras fotografias seleccionadas pelo júri pela sua relevância ou valor para o tema do concurso fotográfico e para o propósito da Somos – ACLP, de projectar a dimensão cultural da lusofonia, assim como o papel de Macau enquanto plataforma que une a China e os países/regiões de língua portuguesa", de acordo com a associação.

A exposição vai decorrer na Galeria de Exposições da Casa Garden de 26 de Março a 10 de Abril, em Macau, e conta mais uma vez com a curadoria de António Mil-Homens.

A inscrição no concurso fotográfico é gratuita e pode ser efetuada através do formulário que se encontra no 'site' da Somos! (www.somosportugues.com) entre 1 e 28 de Fevereiro.