Descargas eléctricas já provocaram 11 mortes este mês

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) alertou para o risco de ocorrências, esta semana, de chuvas intensas com descargas eléctricas, fenómeno que já provocou 11 mortes este mês.
:
  

O alerta foi dado para as autoridades e população das províncias da Lunda Norte, Lunda Sul, Huambo, Bié, Huíla, Moxico, Cunene e Cuando Cubango, no sentido de tomarem medidas de precaução e segurança.

O boletim meteorológico do INAMET prevê para esta semana períodos de ocorrência de aguaceiros ou chuvas, que poderá ser forte, acompanhada, por vezes, de trovoada durante a noite, madruga e manhã em alguns municípios daquelas províncias.

Sobre as descargas eléctricas, o porta-voz do Serviço de Proteção Civil e Bombeiros, Faustino Miguêns, disse que nos últimos 30 dias foram registadas um total de 11 mortes por descargas atmosféricas.

Nos últimos dias, a imprensa tem relatado a ocorrência de mortes por descargas eléctricas em várias províncias do país, sendo os últimos casos notificados na província da Huíla e de Benguela, com um total de sete óbitos.

Na Huíla, cinco pessoas da mesma família morreram e uma outra ficou ferida após um raio ter atingido a sua residência, enquanto em Benguela duas pessoas morreram e duas outras ficaram gravemente feridas pelo mesmo fenómeno natural.

Mais Lidas