Ver Angola

Sociedade

Quase 600 mortos em acidentes rodoviários no primeiro trimestre

Angola registou, no primeiro trimestre deste ano, 599 mortos e 3000 feridos, num total de 2890 acidentes de viação, informaram esta Quarta-feira as autoridades.

: Lusa
Lusa  

Os dados constam de um comunicado do Conselho Nacional de Viação e Ordenamento do Trânsito, orientado pelo vice-presidente, Bornito de Sousa, que procedeu à análise do Relatório de Sinistralidade Rodoviária no primeiro trimestre do ano.

De acordo com o documento, o número de acidentes sofreu um aumento de mais 111 casos comparativamente ao mesmo período de 2020, acontecendo o mesmo para os óbitos, com mais 53, e para os feridos, com mais 172.

Dos 2890 acidentes registados, os atropelamentos lideram o tipo de acidentes, com 35 por cento do total, seguindo-se as colisões entre automóveis e motociclos (21 por cento), as colisões entre automóveis (14 por cento), os capotamentos (12 por cento), as colisões entre motociclos (8 por cento), os choques contra obstáculos fixos (7 por cento), os acidentes com características especiais (2 por cento) e os despistes (1 por cento).

Os acidentes de viação são a segunda causa de morte em Angola, depois da malária, segundo as estatísticas oficiais.