Ver Angola

Comércio

Pandemia faz número de encomendas disparar quase para o dobro

A chegada da pandemia de covid-19 fez disparar o número de encomendas. Dados indicam que o número de encomendas que chegaram à Estação Central de Encomendas Postais de Luanda quase que duplicou.

:

Segundo os dados revelados na newsletter da Administração Geral Tributária (AGT) deste mês, citados pelo Jornal de Angola, em Março deram entrada na central 1973 encomendas provenientes do interior e exterior, enquanto no período homólogo foram registadas um total de 991 encomendas.

Feitas as contas, em Março deste ano registaram-se mais 982 mercadorias do que em Março de 2020.

De acordo com o Jornal de Angola, a escolha das encomendas é feita pelos Correios, AGT e Polícia Fiscal.

Assim que é feita uma triagem, inicia-se o processo de separação das mercadorias. As encomendas que não sujeitas a valor tributável passam a ser da responsabilidade dos Correios de Angola, que procedem à entrega.

Já as encomendas que estão sujeitas a tributação são entregues na presença dos importadores, depois de uma avaliação ao que é colectável.