Angola leva seis portugueses para a Taça das Nações Africanas

O técnico sérvio da selecção nacional de futebol, Srdan Vasiljevic, escolheu os 23 futebolistas que vão disputar, já este mês, a Taça das Nações Africanas (CAN19), entre os quais seis jogadores que actuam em Portugal.
:
  

Para o Egipto, onde a prova se disputa entre 21 deste mês e 19 de Julho, Vasiljevic manteve na convocatória os portugueses Jonathan Buatu e Gelson Dala (ambos do Rio Ave), Bruno Gaspar (Sporting), Mateus Galiano (Boavista), Wilson Eduardo (Sporting de Braga) e Evandro Brandão (Leixões).

Da convocatória inicial de 27 futebolistas, o técnico sérvio deixou de fora Chico (FC Bravos do Maquis), Jeremie Bela (Albacete, Espanha), Jonas Ramalho (Girona, Espanha) e Clinton da Mata (Clube Brugge, Bélgica).

Com uma média de 27 anos, o boavisteiro Mateus Galiano é o mais velho dos Palancas Negras, com 34, enquanto Show, do 1.º de Agosto, é o mais novo, com 20.

Na CAN19, Angola está no grupo E, com Mauritânia, Mali e Tunísia, começando a competição no dia 24 deste mês frente aos tunisinos.

Quinta-feira, numa nota, a Federação Angolana de Futebol (FAF) indicou que cada jogador dos Palancas Negras terá direito a 100 mil dólares caso Angola conquiste a CAN19, seguindo-se outros prémios monetários ao longo do percurso.

Segundo a tabela de prémios da FAF, se Angola atingir as meias-finais, cada jogador receberá 20.000 dólares, diminuindo sucessivamente para os quartos de final (15.000 dólares) e oitavos de final (10.000 dólares). O documento não refere o valor previsto para a qualificação para a final.

Os jogadores vão beneficiar de uma diária de 1500 dólares por semana de estágio, 2000 dólares por semana de competição e 2500 dólares de prémio por cada vitória durante a fase de grupos, com o empate a valer 1000 dólares.

Quanto ao valor atribuído pela Confederação Africana de Futebol (CAF) pela qualificação do combinado nacional ao CAN2019, o presidente da FAF, Artur Almeida e Silva, confirmou que vão ser recebidos 500 mil dólares.

Do valor global, explicou, 300 mil dólares serão repartidos entre os 23 atletas e 200 mil dólares entre os membros da equipa técnica.

Mais Lidas