Angola e São Tomé acordam “reconsiderar as suas dívidas”

Angola e São Tomé e Príncipe acordaram "reconsiderar as suas dívidas", na sequência da deslocação de uma delegação angolana a São Tomé, anunciou o Governo são-tomense no final da reunião do Conselho de Ministros.
:
  

O executivo são-tomense destacou, na reunião, a visita de três dias da delegação multi-sectorial de Angola a São Tomé e Príncipe, referindo-se que "as partes se comprometeram em fazer renascer um novo ciclo de cooperação, atribuindo capital importância ao incremento do sector privado dos dois países, tendo-se já agendado a realização de um Fórum Empresarial em São Tomé e Príncipe em Outubro do corrente ano".

O documento sublinha, por outro lado, que "Angola e São Tomé e Príncipe decidiram reconsiderar as suas dívidas nos termos propostos pelas duas partes".

Uma fonte da Empresa Nacional de Combustíveis e Óleo (Enco) disse à Lusa que apenas a nível do fornecimento do combustível, São Tomé tem uma dívida com Angola superior a 187 milhões de dólares.

O Governo de Jorge Bom Jesus referiu-se ainda neste comunicado sobre "a disponibilidade de Angola em cooperar com São Tomé e Príncipe em sectores pontuais como a defesa, a segurança interna, as pescas, a agricultura, os transportes aéreos e marítimos, a comunicação social, bem assim como na área dos petróleos".

Mais Lidas