Brasil disponível para partilhar experiência em eleições autárquicas

O Brasil está disposto a partilhar com Angola a sua longa experiência em processos eleitorais autárquicos, disse o embaixador brasileiro no país africano, Paulino Neto.
Edilson Rodrigues:
    Edilson Rodrigues

A posição foi expressa pelo diplomata brasileiro num encontro que manteve com a vice-presidente do Movimento para a Libertação de Angola (MPLA), Luísa Damião.

Angola tem previstas as suas primeiras eleições autárquicas para 2020, estando nesta altura em preparação o processo, com destaque para a legislação.

Em declarações à imprensa à saída da reunião, Paulino Neto frisou que o Brasil tem uma "experiência grande" em processos eleitorais - municipais, estaduais ou nacionais - pelo que, nesse sentido, pode partilhá-la, "se houver interesse dos partidos angolanos, do Governo e do MPLA".

Sobre as relações entre os dois países, o embaixador do Brasil em Angola referiu que as mesmas são "intensas e tradicionais".

"As relações são de cortesia, de dois países que têm relações intensas e tradicionais há muito tempo e relações de cooperação nos mais diversos campos. São relações de Estado, de sociedade e de partidos também", salientou.

Mais Lidas