José Eduardo dos Santos com agenda intensa na liderança do MPLA

O presidente do MPLA e ex-chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, orientou esta Quarta-feira a segunda reunião do bureau político do partido em três dias, estando já agendada uma reunião extraordinária do comité central para Segunda-feira.
:
  

O líder do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), partido no poder desde 1975, presidiu em Luanda à 7.ª reunião ordinária do bureau político, depois de na Segunda-feira ter orientado a 13.ª reunião ordinária do secretariado do mesmo órgão, informou fonte partidária em nota enviada à Lusa.

O bureau político "apreciou e aprovou, a seu nível, a reestruturação orgânica" do secretariado daquele órgão, "e, como consequência, os projectos de regulamentos dos departamentos e gabinetes do Comité Central, tendo em conta a nova composição dos organismos executivos de direcção do MPLA", refere a mesma nota, sem adiantar mais pormenores.

"Foi, também, objecto de apreciação o memorando sobre o Plano Estratégico de Desconcentração e Descentralização Administrativas e o Roteiro para uma Reforma do Estado em Angola", lê-se.

Foi igualmente aprovada a "cessação do mandato" do general Higino Carneiro, no cargo de primeiro secretário do comité provincial de Luanda do MPLA e a indicação de Adriano Mendes de Carvalho, que desde Setembro é governador provincial, "para candidato a exercer estas funções".

"No quadro das suas atribuições, o bureau político apreciou, igualmente, os documentos a serem submetidos à próxima sessão extraordinária do Comité Central do partido, a ter lugar no dia 11 do corrente mês", refere ainda a nota, na qual se apela aos militantes, a propósito do 61.º aniversário, que se comemora no Domingo, a lutarem "sem reservas" para "uma maior coesão e disciplina" nas estruturas do partido, "elevando os níveis de vigilância".

"O bureau político recomendou que se faça das comemorações de mais um aniversário da existência do glorioso MPLA um momento de festa e de meditação sobre a contribuição que cada militante, simpatizante e amigo deve prestar, para o cumprimento das promessas eleitorais, apoiando o camarada João Lourenço, Presidente da República de Angola e o Executivo angolano, na ingente tarefa de melhorar o que está bem e corrigir o que está mal", concluiu a mesma nota do bureau político.

Estas duas reuniões do bureau político – órgão executivo do partido – surgem após cerca de um mês de ausência de José Eduardo dos Santos de Angola.

Mais Lidas