Angola LNG assina novo contrato de fornecimento de gás natural com empresa europeia

A Angola LNG vai vender gás natural à RWE Supply & Trading (REWST), uma empresa europeia de comercialização de energia com sede na Alemanha e com forte presença nos Países Baixos e no Reino Unido, informou a empresa angolana em comunicado divulgado esta Segunda-feira em Luanda.
:
  

No contrato assinado com a RWEST, semelhante ao anunciado a 4 de Setembro com a Vital, empresa com sede em Roterdão, a Angola LNG é responsável pela entrega de carregamentos de gás natural em diversos pontos do mundo.

"A Angola LNG está a operar de forma segura e confiável. Este acordo de venda é a confirmação adicional da crescente importância de Angola no mercado global de LNG, fornecendo para todo o mundo e desenvolvendo relações com os diversos e importantes players do mercado internacional de LNG. Estamos muito satisfeitos por estar a trabalhar com a RWEST e acreditamos que esta relação seja mutuamente benéfica”, afirmou em comunicado a empresa de gás.

"Estamos muito satisfeitos por ter estabelecido este acordo com a Angola LNG. Estas compras de LNG incrementarão o nosso portefólio e permitirão uma maior expansão da nossa actividade, aproveitando oportunidades que antevemos no mercado global de LNG”, disse a RWEST a propósito do novo contrato.

A RWE Supply & Trading, constituída em 1999, tem escritórios em Essen, Alemanha, e em Londres e Swindon, no Reino Unido, dispondo ainda de outros escritórios em diversos países da Ásia e da América, na sequência da aquisição da empresa Essent NV.

A Angola LNG é um projecto integrado de aproveitamento de gás natural, dispondo de uma fábrica de processamento, um terminal marítimo e instalações de carregamento, bem como a possibilidade de proceder ao desenvolvimento de gás não associado.

Os accionistas da Angola LNG são a angolana Sonangol (22,8 por cento), a norte-americana Chevron (36,4 por cento) e a britânica BP, italiana ENI e francesa Total, com 13,6 por cento cada.

Mais Lidas