Ministra da Indústria garante que país já é auto-suficiente em cimento e clínquer

A ministra da Indústria, Bernarda Martins, garantiu que a segunda unidade fabril da cimenteira Cimangola, inaugurada nos arredores de Luanda, torna o país "auto-suficiente" na produção de cimento e clínquer.
AFCD - Photo Agency:
    AFCD - Photo Agency

Em declarações à imprensa à margem da inauguração, a ministra Bernarda Martins recordou que as necessidades anuais de cimento e clínquer rondam as seis milhões de toneladas e com a instalação desta nova fábrica estão criadas as condições para a exportação.

"Com este aumento de produção de clínquer, por um lado irá aumentar a produção de cimento, que de uma quantidade que andava à volta dos cinco milhões [de toneladas], nós hoje estamos à vontade com uma produção de oito milhões toneladas por ano, o que vai permitir abastecer o mercado", explicou a governante.

A nova unidade fabril da Cimangola está localizada no município de Cacuaco, zona norte de Luanda, e ocupa uma área de 687 hectares, contando com uma capacidade para produzir dois milhões de toneladas de cimento por ano e 2,4 milhões de toneladas de clínquer anuais.

Segundo Bernarda Martins, as necessidades actuais do país em termos de cimento rondam as seis milhões de toneladas por ano e com entrada em funcionamento desta nova fábrica cimenteira está aberto o campo para exportações do produto, sobretudo a nível regional.

"Estamos inseridos numa região que permite vender os nossos produtos nos países vizinhos, por intermédio os nossos caminhos-de-ferro, para fornecer cimento à República Democrática do Congo e à Zâmbia", exemplificou.

A ministra disse igualmente que com a capacidade instalada nas quatro unidades fabris de cimento a nível do país, a auto-suficiência nacional na produção de clínquer é já uma realidade.

"O clínquer é a principal matéria-prima para produção do cimento, nós temos as matérias-primas de base. O país é potencial em recursos de calcário, gesso, argila e minério de ferro que por sua vez é moído para a transformação de cimento com mais aditivos", sustentou.

Mais Lidas